2006-06-11

uma entrega


a encosta
........trouxe-me
o infindável!
o leito,
.....deleite...
sobre mim
e...
........no outro!
o desenlace
.....rebusca
os corpos lívidos...
anelando o arfar
..........no sacríficio voluntário
..na sagacidade fálica..
nas vagens estonteantes...
o toque
.........insuperável
que o enlevo
.........me transporta...
ecoando
........a conquista!
uma...
.........duas....
................quantas.....
batalhas libidinosas
......fervilham
...............ao rubro
......vulcanizando
........a minha voz
no grito!
serpenteando
.......os labirintos corpóreos
exaltam
............a escusa
...troca exuberante!!!
quero que entres
.......saias
que voltes a entrar
....como o vento
......e o orvalho...
como a espada
.....e o lume
...em gume...
e, que
..........a busca não cesse
nem com gotas
....nem com agruras...
e n t r e g o - m e............
2h03

4 comments:

sniqper said...

Por esta fresta te espreito
Por esta fresta te desvendo
Por esta fresta
cravo
sonda contra esponja,
e babo
e te penetro
teso e reto, e por inteiro
o seu corpo se entreabre:
porta e perna, caixa e coxa.
Por esta fenda
tenda
de pele que se franze,
e rasga
eu me adentro
feito de espera e de esperma:
e espremo - te aperto - e exprimo
toda a cor da carne do amor que escrevo.
Por esta fresta me espreito
Por esta fenda me desvendo

Luís said...

Olá,
O segredo não é descobrir ou querer saber, a magia está no sentir, deixando entrar a vida no fluido que nos percorre as veias.

Luís said...

Olá,
Vou tentar responder a tanta pergunta.1)Entrei aqui pelo simples clikcar next blog, como faço muitas vezes.2)Quem sou tb eu gostaria de saber, deixo este trabalho para os outros.3)O comentário no teu blog foi o que me ocorreu depois de o ter visitado.4)Nada de novo quis dizer e mt menos insinuar.5)Não vivo no passado, está explicado no "I" da Autópsiographia, passado para mim, são apenas as raizes mais fundas e mais antigas do meu presente.6)A fita nos olhos está bem colocada,não procuro protagonismo,o album de fotos existe apenas para partilhar momentos, bons e maus, a imagem, c/ olhos ou não, é apenas 1 testemunho,podia ser sem orelhas.
Obrigado por tua visita.
Bjs

pazsobreamesa said...

estes poemas que tu escreves....tão profundos...parecem de uma pessoa que conheci e que amei...:'(

beijinhos