2006-06-11

sniqper



Agora que estou com a lua dentro de mim e me permito viver tudo o que sempre sou
e que deveria dar e dar
um segredo/partilha: como eu gostaria de ser capaz de viver tudo e todos, porquanto sei que tenho tudo isso dentro de mim

a conjugação é mais árdua de atingir...

no entanto, eu sei que a entrega total transporta-me para esse... limite?!


como eu gostaria de viver alguns seres, que me rodeiam e me atraem... a grandiosidade de cada ser é o conhecimento que vou abrangendo, até atingir mais um êxtase e cada um é um sustentáculo para o caminho que traço hoje, e hoje.

amanhã... não sei!
e, entra outro!

uns dias, quero todos!
outros, nenhum...
e,
outros, quero um!

viver o meu trilho
é
escolher um átomo
..................que irá ser um universo!

quero uma edificação
....................incompleta
para ser finalizada?... preenchida?....

que o mar
........envolva
o prazer contínuo
da minha liberdade!

quero receber.........

1h10

2 comments:

sniqper said...

Quero receber...dizes tu amiga e muito bem!!! Todos nós andamos `na busca incessante do receber e do dar, ou do dar e do receber, mas será que receber sem dar é o mesmo que dar sem receber? Eu dou sempre e nem sempre recebo, mas quando recebo também nem sempre dou!!! Por isso estou aberto a dar e receber, receber e dar, e se nada ganhar, pelo menos fico a ANHARRRRR!!!!

gilana said...

A busca incessante de dar e receber, que acaba por ser o mesmo, para quem o faz... direi, em "verdade"? Uns diem, receber; outros, darem. Mas eu creio, que receber e dar (esses que falas)existem na troca; quando ela não existe, há receber e dar? Há? Por momentos, usn dão, e dão, como tu o sentes; e, recebem, como sentes que o teu egoísmo falou; mas o dar sem troca é o quê? Caridade? Ou vício alimentado? Descubram!
Como o receber? Há quem acredite que está a dar, em vez de receber!
Eu também dou, recebendo porque dei; mas sei, que desconheço se dei, porque o outro não sabe nada.

A ANHARRRRR ou vazio? Ou retenção? E, temos sempre que ganhar, quando a dádiva existiu? beijos!