2006-10-21

afecto violento




a noite tem o rosto do desconhecido
quando me tocas
quando te olho
sou transportada para outro lugar...
o vulcão povoa-me

no encontro, eu desejo a eternidade, que me transporta a casa; com a tua doçura, eu 
sinto a inteligência, que me seduz; com as palavras, deixo de estar só!

tens o poder de levar-me a montanhas e
ofereces-me a vida!




2 comments:

Ana Paula said...

Por vezes tens o poder de escrever o que sinto. Gostei muito. Beijinhos

Anonymous said...

Hoje como todas as manhãs, acordei com saudades de alguém e uma vontade intensa de receber um mensagem como essa que você escreveu para mitigar o dano causados por uma saudade que fere-me de maneira brutal... Você é uma mulher muito especial.
Beijo Carinhoso, Marcelofonseca44@.